Presidente da Câmara Municipal reconhece trabalho da AECOA

Presidente da Câmara Municipal de O. Azeméis encerrou o Seminário. Na foto, ladeado pelo vice-presidente da AECOA e pelo conferencista desta sessão (esq.ª) e pelo diretor executivo da AECOA (dir.ª)

Apoiar 25 Pequenas e Médias Empresas em investimentos na área da Qualificação e Inovação é o objetivo do Projeto Conjunto ‘Qualifica Plus’, cuja entidade promotora é a AECOA. Este programa, que contempla 50% de incentivo não reembolsável, foi apresentado no dia 29 de maio, no Seminário de Divulgação e Imersão do projeto.

A Associação Empresarial do Concelho de Oliveira de Azeméis (AECOA) tem aprovado o Projeto Conjunto – Qualificação das PME (POCI-0853-FEDER-026595), cuja prioridade de investimento é a concessão de apoio à criação e ao alargamento das capacidades avançadas de desenvolvimento de produtos e serviços. O ‘Qualifica Plus’ tem como objetivo global conceder apoios financeiros não reembolsáveis a projetos que visem reforçar as competências de gestão e de organização de 25 PME do Norte e Centro do País, no âmbito do acordo de parceria adotado entre Portugal e a Comissão Europeia (‘Portugal 2020’).

Com 50% de incentivo não reembolsável, as áreas de investimento ilegíveis são a ‘Inovação Organizacional e Gestão’, a ‘Economia Digital e TIC’s’, a ‘Criação de Marcas e Design’ e a ‘Qualidade’. Podem aderir empresas ligadas, direta ou indiretamente, à exportação. Encontrar-se legalmente constituída, dispor de contabilidade organizada e situação regularizada perante a Segurança Social e Autoridade Tributária, bem como situação líquida positiva e possuir certificado PME são algumas das condições necessárias, conforme explicou o diretor executivo da AECOA, António Pinto Moreira, a quem coube a apresentação do programa.

‘Qualifica Plus’ surge no âmbito da missão da AECOA

Vista parcial de alguns dos participantes nesta sessão de imersão do ‘Qualifica Plus’

Para Manuel Tavares, vice-presidente da direção da AECOA, “o crescimento da economia portuguesa depende bastante da capacidade de acrescentar valor, de inovar e de incorporar mais conteúdo tecnológico nos nossos produtos e melhorar as nossas capacidades ao nível do marketing”.

Neste ano de 2018, “novos projetos estão a ser lançados e outros estudados e desenvolvidos sempre no intuito de alargar a nossa área de intervenção e sermos um parceiro efetivo das empresas, ao serviço da economia da região e do País”. É neste contexto que surge o ‘Qualifica Plus’, como resultado “de uma vontade da AECOA em prosseguir a sua missão, através da congregação de sinergias positivas capazes de criar Valor para as empresas da sua área de abrangência territorial natural, especificamente, e para as regiões Norte e Centro de forma abrangente”.

Câmara quer ser parceiro facilitador do trabalho empresarial

O encerramento do seminário foi da responsabilidade do presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, após a conferência “Bio(ética) e Robotização: O futuro do trabalho!”, cujo preletor foi Carlos da Costa Gomes, pós-doutorado em Bioética, investigador e docente na Universidade Católica Portuguesa.

Para o chefe máximo do nosso Município, encontros como este são de grande relevância para catapultar o tecido empresarial do nosso concelho e da nossa região, pelo que agradeceu o trabalho que a AECOA tem desenvolvido nesse sentido.

Joaquim Jorge Ferreira alertou para as mudanças e desafios que a sociedade enfrenta, em particular as empresas que se confrontam diariamente com reptos inovadores, cujas respostas passam pela aposta na Educação e na Formação dos recursos humanos, e pela capacidade empreendedora e inovadora dos nossos agentes económicos. Nesse sentido, importa “sermos contribuintes ativos para responder a estes desafios”, sublinhou, frisando que a Câmara “quer ser um parceiro” neste processo. Um processo que passa por “facilitar o trabalho dos nossos empresários”, aliás exatamente o que reconhece ser feito pela AECOA, entidade a que agradeceu por tal e à qual manifestou a sua disponibilidade em apoiar neste percurso.

Este seminário, que decorreu no mezzanine da Cerveja Vadia, contou com mais de quatro dezenas de participantes, estando ainda presentes os formandos do curso ‘Solid Works 2017/2018 – Conceitos Essenciais’, que receberam os respetivos certificados das mãos da gestora e coordenadora de Formação da AECOA, Sofia Lima, e do formador do CINFU, Paulo Aguiar.

Alguns dos formados que frequentaram o curso ‘Solid Works’ com a gestora da Formação da AECOA e o respetivo formador

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *