parque_tematico_01As primeiras referências históricas alusivas à moagem em moinhos de água de rodízio surgem nas inquirições paroquiais sobre os danos verificados após o terramoto em Lisboa no ano de 1755. Das descrições verificadas pelos párocos destaca-se a da freguesia de Ul, aludindo a dezenas de moinhos distribuídos ao longo de dois rios que atravessam o seu território, o rio Antuã e o rio Ul.

Através do depoimento dos párocos locais, deduz-se uma clara vocação agrícola constituindo o moinho de água o principal exemplo.

Reconhecendo a base desse património, levou a cabo o município de Oliveira de Azeméis, no ano de 2001/2002, um levantamento patrimonial, com carácter de inventário, dos moinhos de água, aplicado a todas as freguesias, trabalho designado por Inventário das estruturas de Moagem do Município de Azeméis. A realização deste levantamento permite reconhecer uma realidade própria na freguesia de Ul, a qual concentra cerca de sessenta moinhos, alguns de dimensões consideráveis, revelando uma atividade económica própria da freguesia.

A especialização que se verificou nesta freguesia, de moagem de cereais, deu origem a outra, a confeção do pão, estabelecendo-se relações familiares em que a atividade da moagem promove a da panificação, desenvolvendo-se ao longo da segunda metade do século XX uma profícua atividade conferindo às gentes da freguesia a fama pelo produto gerado, o pão de Ul.

Uma das primeiras tarefas deste projeto teve inicio no ano de 2002, com a aquisição de algum património “molinológico”, já que os moinhos eram, e são, na sua totalidade, propriedade de moleiros ou seus descendentes. Neste sentido, tratou a autarquia de definir, numa fase inicial, qual o espaço dentro do território do município e quais os moinhos que poderiam ser objeto de requalificação e que pudessem, também, no seu todo, conjuntamente com as intervenções a decorrer por iniciativa dos privados, constituir um espaço com coerência formal. O espaço identificado, já apresentado anteriormente, revela características únicas já que permite ao longo de dois rios que se irão unir, definir um perímetro que contem vários moinhos, e respetivas infraestruturas afetas aos mesmos, revelando um elevado valor patrimonial e cultural.