IV.1 – Alargamento das áreas de acreditação da AECOA

A AECOA elaborou pedidos de alargamento em 2 áreas de Formação:

Área 521- Metalurgia e Metalomecânica. Justificado pela identificação de uma oportunidade que constitui a dimensão deste setor no nosso concelho e o volume de emprego utilizado e a necessidade de evolução constante das competências profissionais dos trabalhadores

Área 762 – Trabalho Social e Orientação. Justificado pela identificação de uma oportunidade que constitui a grande quantidade de IPSS no nosso concelho com cuidados de assistência a pessoas idosas e a tendência crescente de envelhecimento da população e as formas de vida das gerações mais novas, cada vez com menos disponibilidade para prestar cuidados de forma direta aos seus familiares

Neste âmbito celebrou com o Centro para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP) da Escola Secundária Ferreira de Castro um protocolo para que as nossas formações, pudessem ser admitidas em processos de reconhecimento, validação e certificação de competências de jovens e adultos com baixa escolaridade.

IV.2 Formação nas Empresas

Em Março/Abril decorreu uma ação da área de Higiene e Segurança no Trabalho, de Sensibilização em Boas Práticas de Trabalho na empresa BTL, que durou no seu total 16h e envolveu 79 formandos, divididos por 4 turmas.

O formador foi Paulo Costa.

IV.3 Cheque Formação

A portaria do Governo foi publicada em 3 de agosto de 2015. O Regulamento específico foi publicado no princípio de outubro.

A partir desta data foi feita uma ampla divulgação junto de empresas associadas e empresas não associadas de forma direta e através de e-mail marketing para bases de dados de empresa dos concelhos de EDV

Durante este período foram feitos múltiplos contactos diretos por telefone e por reuniões agendadas em empresas com empresários e Diretores de RH.

No final do ano ficou confirmação de candidaturas em 3 IPSS e 4 empresas, o que corresponde a cerca de 240 formandos e um volume de formação de 1200 horas a candidatar no início de 2016. (BTL, Mitjavila, Novarroz, Eumel, A. Silva Godinho)

Outras empresas com um quadro de muitos trabalhadores (exemplos Fersil, Polisport, Aspoeck, SF Moldes, MCGA Unipessoal, Multimoto) indicaram que apenas no primeiro trimestre de 2016 estariam em condições de perspetivar necessidades de formação para os seus trabalhadores

No quadro de IPSS ficou a decisão de candidaturas de Associação Pró-Outeiro, Centro Social e Paroquial de Pinheiro da Bemposta, Fundação Manuel Brandão, Centro Social de S. Roque, Centro Paroquial e Social Santo André

 

IV.4 Formação Executivos

Foi elaborado um Programa de Ações de Formação Executiva direcionado para empresários e Quadros Superiores de Empresas.

O Programa foi estruturado num conjunto de cursos direcionados para empresários e quadros superiores de empresas disperso por todas as áreas da gestão: Operacionais, Administrativas, Financeiras de Recursos Humanos.

Curso Gestão da Exportação na Prática

Este curso, da área do Comércio, com a duração de 24 horas, decorreu nas instalações da ESAN entre setembro e outubro.

O Formador foi José Brandão de Sousa.