Apoios de 90% a fundo perdido

 

Aviso n.º 09/SI/2019 | Sistema de Incentivos – Projetos Conjuntos | Programa Operacional Competitividade e Internacionalização

Esta candidatura da AECOA é dirigida a PME das Regiões Norte e Centro.

Cada empresa pode concorrer a uma ou mais das seguintes áreas temáticas:

A – Indústria i4.0 – Acelerar o desenvolvimento de processos de transformação tecnológica, alinhados com os desafios da Quarta Revolução Industrial. Aumentar os níveis de automação, conectividade e digitalização dos processos produtivos.

B – Sustentabilidade e responsabilidade ambiental – Sensibilizar e apoiar a adoção de práticas e ferramentas que respeitem a redução da intensidade energética e carbónica nas PME.

C – Economia Digital – Incluir as tecnologias digitais no quotidiano das empresas; Reforçar o posicionamento e notoriedade das empresas à escala global (Universo web).

D – Organização e Gestão – Aplicar métodos de gestão adequados ao contexto global, com enfoque nas áreas da estratégia, produção, logística, marketing e vendas, e recursos humanos. 

E – Capitalizar: Otimização de Recursos Financeiros – Decisão sobre distintas soluções de financiamento; Medidas financeiras e fiscais de estímulo ao financiamento por capitais próprios e redução do nível de endividamento; Elaboração de planos de negócios para apresentação aos stakeholders.

F – Sistemas de Gestão – Preparar as empresas para a certificação, segundo referenciais normativos nacionais e/ou internacionais.

 

Preencha e devolva-nos o ACORDO DE PRÉ-ADESÃO sem qualquer compromisso. Não é vinculativo

A – Indústria 4.0

Dimensões da temática:

Novas competências pela incorporação de soluções digitais; Cultura organizacional digital; Inteligência artificial, robótica, internet das coisas, computação em nuvem, Big Data, Tecnologias aditivas de fabricação; Soluções de plataformas integradas; Sistemas e equipamentos conectados; Conetividade na cadeia de valor; Sistemas de monitorização da produção em tempo real; Interfaces digitais avançados com clientes, fornecedores, parceiros; Digitalização e automatização de processos; Processos de produção autónomos, flexíveis e monitorizáveis; Materiais avançados e inteligentes implicando sustentabilidade ambiental; Cibersegurança; Inovação industrial a nível organizacional, processos e produtos; Novos métodos de recolha e análise de dados para suporte à gestão; Plataformas digitais de apoio à gestão; Teste e experimentação de novas tecnologias e equipamentos; Integração em ecossistemas digitais; Financiamento/Investimento – Instrumentos e mecanismos para projetos i4.0; Visitas a empresas que já introduziram novas abordagens associadas à indústria i4.0.

B – Sustentabilidade e responsabilidade ambiental

Pretende-se que as empresas:

Otimizem os consumos energéticos através a prática da eficiência energética; Produzam de forma mais eficiente e mais limpa, com menos recursos, menos resíduos, menor impacto sobre o ambiente, adotando uma prática de ecoeficiência; Valorizem subprodutos e resíduos; Desenvolvam um processo de produção, serviço ou método de gestão de negócio inovador para a organização ecoinovação, tendo como base uma abordagem de análise de ciclo de vida; Potenciem a manutenção, reparação, recondicionamento de produtos, estendendo o ciclo de vida dos produtos; Adotem de processos e produtos menos intensivos em recursos – o ecodesign, dando prioridade à utilização de materiais renováveis e com menor perigosidade e risco, bem como à reutilização de materiais; Substituição serviços físicos por equivalentes virtuais, plataformas de partilha e aluguer que maximizem a produtividade de equipamentos e conservem recursos.

c – Economia digital

Pretende-se que as empresas:

Adequem os seus modelos de negócios, com vista à inserção da PME na economia digital; Marquem a sua presença no universo web (site, loja virtual, blog, redes sociais); Desenvolvam ferramentas e plataformas digitais; Introduzam sistemas de informação aplicados a novos métodos de gestão, distribuição e logística; Conheçam as crescentes ameaças digitais à segurança das empresas e que adotem comportamentos e práticas adequadas à minimização dos riscos; Adquiram conhecimentos sobre a mudança de paradigma em curso, introduzida pela evolução da digitalização, interconetividade e novas tecnologias de produção e os impactos que irão ocorrer ao nível da estrutura organizacional, nas metodologias de trabalho e na cultura empresarial.

D – Organização e gestão

Pretende-se que as empresas:

Introduzam novos métodos ou novas filosofias de organização do trabalho, adequados às características e necessidades dos mercados; Reforcem as suas capacidades de gestão, nas áreas da estratégia, produção, logística, marketing e vendas, e recursos humanos; Desenvolvam projetos de melhoria, com recurso a redesenho e melhorias de layout, ferramentas diagnóstico e planeamento; Identifiquem oportunidades e riscos para o negócio; Melhorem as capacidades de desenvolvimento e distribuição de produtos, processos e serviços; Implementem ferramentas e sistemas de melhoria contínua; Participem em ações de benchmarking.

E – Implementação de sistemas de gestão

Pretende-se que as empresas:

Aumentem a qualidade dos seus produtos, serviços ou processos de gestão; Reduzam não conformidades (processo, produtos) e ineficiências de funcionamento; Implementem sistemas de gestão, com vista à sua posterior certificação (seja pelo Sistema Português da Qualidade ou por sistemas internacionais de certificação); Implementem referenciais de certificação de produtos e serviços, com obtenção de marcas específicas.

O prazo limite para a receção dos Acordos de Pré-Adesão é 03 de maio de 2019.

Este programa permite às empresas dispor do apoio de consultores especializados para dar respostas a necessidades concretas da empresa, após um diagnóstico pormenorizado.

Os projetos poderão ser desenvolvidos entre 2020 e 2021, com uma duração máxima de 24 meses, e de acordo com o seguinte padrão:

MICRO PEQUENAS EMPRESAS MÉDIAS EMPRESAS
HORAS DE FORMAÇÃO 75 100 125
HORAS DE CONSULTORIA 105 126 161

Preencha e devolva-nos o ACORDO DE PRÉ-ADESÃO sem qualquer compromisso. Não é vinculativo

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *