Presidente da AECOA na abertura do Conselho Geral da Universidade de Aveiro:

“Já não basta ficarmos parados a contemplar o passado”

António da Silva Rodrigues mantém a sua posição no que à ESAN diz respeito. O passado é para respeitar e orgulhar-nos. Porém, o futuro exige aposta em novos “projetos, valências e ofertas”. Os empresários da região assim o exigem, porque o que querem é “Valor”.

Foi há 20 anos que um grupo de empresários de Oliveira de Azeméis e a Câmara Municipal uniram esforços, com o propósito da concretização de um sonho, de uma visão, de uma estratégia muito clara”, começou por referir o presidente da AECOA, na abertura do Conselho Geral (CG) da Universidade de Aveiro (UA), que se realizou no dia 19 de fevereiro, na Escola Superior Aveiro Norte (ESAN).

Na manhã que antecedeu a reunião magna deste órgão da UA, presidido por Eduardo Marçal Grilo, António da Silva Rodrigues lembrou a génese da ESAN e a sua instalação em Oliveira de Azeméis:O professor reitor Júlio Pedrosa, no início, colocou-nos mais uma condição: arranjarmos um terreno com pelo menos 10 hectares de área. Nem discutimos. A Câmara Municipal comprou 14”. No entanto, o líder máximo da Associação Empresarial do Concelho de Oliveira de Azeméis (AECOA) não se contenta com os ‘louros’ conquistados.

“Queremos Valor”

“A pujança industrial de Oliveira de Azeméis e desta região obriga a que já não basta ficarmos parados a contemplar o passado – prossegue. Na atualidade, com o apoio indispensável da Câmara Municipal, teremos de concretizar novos projetos para o crescimento da ESAN, com novas valências e ofertas, de forma a que a região continue a ter empresas pujantes e líderes nos seus setores, e um futuro promissor”. Até porque, como realçou António da Silva Rodrigues, “os empresários têm as máquinas e a vontade. Têm as pessoas certas. Sabemos que não queremos trocar material por dinheiro. Queremos Valor!”.

Um “Valor” que pode ser acrescentado pela ESAN/UA: “É nas mãos da Universidade de Aveiro que confiamos uma grande parte do nosso destino, para construirmos um futuro conjunto com alicerces em sabedoria e conhecimento. Só assim ganharemos todos”.

O presidente da AECOA terminou com a frase, “que tem sido nosso apanágio até hoje: Se não dermos o primeiro passo não sairemos do lugar onde estamos”.

No final da sessão de abertura do CG da UA, a visita à ESAN. Na foto, a passagem pelos gabinetes da AECOA.

O Conselho Geral da Universidade de Aveiro é presidido por Eduardo Marçal Grilo, que esteve na Escola Superior Aveiro Norte – Oliveira de Azeméis, no passado dia 19 de fevereiro, em reunião deste órgão. Na abertura que precedeu a sessão estiveram presentes, para além do presidente da AECOA, os Conselheiros da UA, Reitor e demais equipa reitoral, e os presidentes das Câmaras Municipais de Oliveira de Azeméis, S. João da Madeira e Estarreja, respetivamente, Joaquim Jorge Ferreira, Jorge Vultos Sequeira e Diamantino Sabina. Os convidados foram recebidos pelo anfitrião, diretor da ESAN, Martinho Oliveira, que acentuou a palavra “cooperação” como a chave-mestra que tem acompanhado todo o percurso deste polo da UA.

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *