Eterna gratidão da AECOA

José Dias Cabral
(1936 | 2021)

José Dias Cabral (1936-2021), ilustre e reconhecido empresário da Construção Civil e Obras Públicas, partiu a 09 de fevereiro de 2021, deixando mais pobre a concelho de Oliveira de Azeméis em geral e, muito particularmente, a freguesia de Travanca, que lhe era tão querida e cuja autarquia presidiu no mandato de 1985/89. Não raras vezes, fomos testemunhos do amor enorme e dedicação à sua terra, num entusiasmo ímpar e eloquente, que o levava a clamar com frequência o tão conhecido adágio popular local: “Travanca (sempre) por riba”.

A empresa que fundou e conduziu, com seus filhos Serafim e Pedro Cabral, foi uma referência não só regional e nacional, como para lá das fronteiras do nosso país, num setor de base e de grande importância para a economia portuguesa.

José Dias Cabral foi um dos empresários signatários da escritura de constituição da Associação Empresarial do Concelho de Oliveira de Azeméis (AECOA), a 13 de julho de 2001, e, desde então, demonstrou sempre uma predisposição para colaborar no sentido de catapultar o tecido empresarial oliveirense a patamares elevados de empreendedorismo, desenvolvimento e inovação.

Associado fundador da AECOA, sempre disponível para cooperar e colaborar nas mais diversas tarefas e atividades da Associação, ocupou o cargo de Tesoureiro desde a primeira hora, função que desempenhava com esmero e primor, mesmo nos últimos tempos – quando a sua saúde já debilitada exigia maiores cuidados. Mesmo nestes momentos de menores forças e capacidades físicas, José Dias Cabral nunca regateou esforços para corresponder às ‘empreitadas’ que, também nesta instituição, exigiam constantemente a sua atenção, nomeadamente as exaustivas e aborrecidas horas a assinar os documentos de expediente e tantos outros necessários para o normal funcionamento da AECOA. Uma tarefa desempenhada com abnegação e muito esforço quase até aos últimos dos seus dias, recebendo os colaboradores da Associação Empresarial de forma sempre afável e cordial, não obstante a saúde que já se apercebia tão frágil e débil.

Pessoa simples, de trato fácil, acessível, não raras foram as vezes que nos contagiou com o seu entusiasmo e boa disposição.

Por tudo isso e muito mais, que não se consegue expressar por palavras, a AECOA manifesta publicamente o seu eterno reconhecimento e gratidão, e endereça à Família Enlutada as mais sentidas condolências.

Descanse em Paz, José Dias Cabral.

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *