Clínica de hemodiálise precisa de material de proteção 

A AECOA recebeu o apelo da enfermeira chefe Patrícia Ferraz, da CentroDial, clínica de hemodiálise localizada em S. João da Madeira, para angariar material de proteção e segurança para os seus trabalhadores.

De acordo com a informação veiculada, esta unidade realiza tratamento de utentes da região em que o concelho de Oliveira de Azeméis se integra.

“Somos uma clínica que diariamente, tal como vós, tenta dar o seu melhor em prol dos que esperam uma resposta de nós. Os nossos doentes são sujeitos, várias vezes por semana, a um tratamento (hemodiálise) que nunca pode ser interrompido, pois isso seria incompatível com a sua vida. Todos os dias procuramos cumprir o nosso trabalho da melhor forma possível, minimizando o impacto desta situação, que afeta o dia a dia de todos. Nesta fase alguns de nós vêem a sua vida em suspenso à espera do dia em que regressarão ao seu quotidiano, nomeadamente ao seu local de trabalho. Nós também ambicionamos essa normalidade, mas infelizmente o que nos preocupa neste momento é mais premente do que isso. Nos dias que correm não temos o material necessário para nos protegermos devidamente para continuarmos a cuidar dos nossos doentes (já para não falar na proteção dos nossos doentes que todos os dias se deslocam em grupo na ambulância). Infelizmente não há quem nos forneça esse material nesta altura, devido à forte procura existente”.

Assim, a CentroDial apela “às empresas que eventualmente possuam stock e possam ceder”, os seguintes materiais: álcool, máscaras cirúrgicas, máscaras FFP2, luvas (latex ou nitrilo), batas impermeáveis.

Para responder a este apelo, contate: 934371780 | Enfª Patrícia Ferraz

CentroDial – Centro de Hemodiálise de São João da Madeira  e Oliveira de Azeméis | Rua Vale do Vouga, 1494 C | 3700-298 São João da Madeira

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *