Num ano marcado pela pandemia

Move PME – 2.º Ciclo: AECOA com bom desempenho

O projeto Move PME – 2.º Ciclo da AECOA registou um volume superior a 6.500 horas de formação-ação no fecho de 2020. Isto comportou cerca 1.400 horas de consultoria e duas centenas de horas de formação para 165 intervenientes de 26 PME.

Num ano em que o contexto pandémico inviabilizou uma atividade mais intensa, por parte da Associação Empresarial do Concelho de Oliveira de Azeméis (AECOA), junto das empresas, convenhamos que o volume de formação-ação (6.531 horas) não ficou muito aquém das expetativas traçadas para 2020, ano marcado na prática pelo arranque deste projeto.

Dois grupos de empresas, divididos pelas temáticas ‘Economia digital’ e ‘Organização e Gestão’, fecharam já a operação, com as vagas para os segundos grupos destas mesmas áreas a esgotarem-se rapidamente. Também o grupo de ‘Sistemas de Gestão’ está praticamente concluído, com o ano de 2021 a ficar marcado pelo início das novas temáticas: ‘Indústria 4.0’; ‘Capitalizar: Otimização de Recursos Financeiros’; e ‘Sustentabilidade e Responsabilidade Ambiental’.

As inscrições ainda estão abertas para algumas temáticas. Contate a AECOA (a.pintomoreira@aecoa.pt | 256 668 824) ou, se preferir, nós contatá-lo-emos, basta manifestar a sua vontade ONLINE.

Com este programa, a AECOA pretende capacitar 90 PME da sua área de influência, nas regiões Norte e Centro. Os objetivos passam por acelerar processos alinhados com desafios da 4.ª revolução industrial, sensibilizar e apoiar as empresas na adoção de práticas e ferramentas para a redução da intensidade energética e carbónica, e reforçar o seu posicionamento e notoriedade à escala global (web), bem como aplicar métodos de gestão e organização inovadores, preparar as organizações empresariais para a certificação, segundo normativos nacionais/ internacionais, e otimizar os recursos financeiros.

O Formação-Ação Move PME – 2.º Ciclo, cujo organismo intermédio é a AIP, prevê movimentar um valor global elegível de quase 930 mil euros para o qual conta com o apoio total de mais de 830 mil euros, vindos do Compete 2020/ Fundo Social Europeu.

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *