No âmbito do projeto ‘Qualifica&Compete’

AECOA recebe professores da Universidade de Salamanca

Ao centro o Presidente da Assembleia-Geral da AECOA, Casimiro de Almeida, ladeado pelo Vice-Presidente da Direção (dir.ª), Manuel Tavares, e por Alberto Gudino da Universidade de Salamanca.

 

Da dir.ª para a esq.ª: Os professores da Universidade de Salamanca, Alberto Gudino e Javier Teira Lafuente, o diretor executivo da AECOA, António Pinto Moreira, e Luís Fonseca da equipa técnica do projeto.

A manhã do passado dia 17 de outubro, que antecedeu a sessão/seminário de disseminação do projeto ‘Qualifica&Compete – Qualificação para a Competitividade da Indústria Home&Office’, que decorreu sob a temática da ‘Comunicação Interna como ferramenta de melhorar a produção’, foi aproveitada para uma reunião entre membros dos órgãos diretivos da Associação Empresarial do Concelho de Oliveira de Azeméis (AECOA) e demais staff, os docentes convidados da Universidade de Salamanca, Javier Lafuente e Alberto Gudino, colaboradores da Associação Empresarial de Águeda (copromotora do ‘Qualifica&Compete’) e da equipa técnica do projeto.

Nas boas-vindas, o presidente da Assembleia-Geral da AECOA, Casimiro de Almeida, teceu considerações sobre o estado do tecido empresarial em Portugal, mormente o localizado no concelho de Oliveira de Azeméis e na região, frisando que “todas as indústrias que a AECOA representa produzem e têm mercado”. Por seu turno, o vice-presidente, Manuel Tavares, não deixou de chamar a atenção para a importância de projetos como este, pois “temos de introduzir valor acrescentado às nossas empresas e aos nossos produtos”, bem como para a necessidade de um “ensino dual”, que permita “a interligação entre a fábrica e a universidade, centros de conhecimento e saber”.

Recorde-se que este projeto nasceu de uma parceria entre a Associação Empresarial de Águeda (AEA) e a Associação Empresarial do Concelho de Oliveira de Azeméis (AECOA), conforme explicitou Luís Fonseca, um dos elementos da equipa, que, com o diretor executivo da AECOA, António Pinto Moreira, apresentou as linhas estratégicas do ‘Qualifica&Compete’.

Para além de diversas atividades, como estudos, seminários e ateliês, catálogo digital e impresso, este programa permite congregar indústrias da fileira ‘Casa&Escritório’ do Norte e Centro do país num Observatório e numa Plataforma Digital, ferramentas importantes para partilhar experiências e conhecimentos ao nível de I&D (Investigação e Desenvolvimento), tecnologias, novos materiais, sistemas de certificação. mercados, logística, entre outros, no sentido de melhorar a performance ao longo de toda a cadeia de valor.

O horizonte temporal do projeto é de dois anos (termina em 2020) e prevê um apoio elegível de quase 366 mil euros, no âmbito do ‘Portugal 2020’, Sistema de Apoio a Ações Coletivas (SIAC) – Qualificação. O objetivo temático é “Reforçar a Competitividade das PME” do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (POCI), sendo apoiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Este projeto visa a especialização inteligente e qualificação (tecnologias, novos materiais, processos de qualidade, certificação e inovação) da fileira ‘Home&Office’ com foco nas prioridades do futuro definidas pelos centros de decisão da procura externa.

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *